23-09-2017                              INICIO | CONTACTO | | | |

Poupaça Energética e Protecção do Meio Ambiente

O poliestireno expandido (EPS), sendo um material de isolamento térmico eficiente e efectivo, desempenha um papel na reducção das emissões de dióxido de carbono na atmósfera, tendo una contribuição muito positiva para a diminuição do aquecimento global. Na sua fabricação não se utilizam CFCs o HCFCs como agentes de espumado, de modo que o EPS não causa nenhum dano à camada de ozono.

A energia utilizada para a sua fabricação (energía organizada) recupera-se em seis meses por meio da energia poupada nos edificios onde se instala.

Durante toda a vida útil restante do edificio, o EPS reduz os seus requisitos de energéticos, exigindo portanto menos combustão de combustiveis fósseis, o que da lugar a que se gere uma menor quantidade de CO2. No final da sua vida útil, pode-se reciclar ou bem pode-se recuperar a energía térmica contida nele mediante a sua incineração em plantas energéticas ou de eliminação de residuos com um desenho adequado, para o aquecimento local ou para a criação de electricidade. Portanto o EPS realiza uma contribuição positiva o meio ambiente global no mundo.

O Aterro

O aterro dos residuos das embalagens de EPS é o método de gestão de residuos menos aceitavel, porque implica perder uma oportunidade de recuperar recursos valiosos.
mas enquanto não haja outro método de recuperação alternativo e viavél, os residuos de EPS poden destinar-se ao aterro com total segurança já que o material é biológicamente inerte, não tóxico e estavél. O EPS não contribui para a formação de gaz metano (com o seu correspondente potencial de efeito de estufa), nem supõe nenhum risco, pelo seu caracter inerte e estável, para as aguas subterraneas.





Decálogo Meio-ambiental del EPS

1) O EPS é 100% reciclavél e existem numerosas aplicações para os materiais recuperados.

2) A fabricação e utilização do EPS não supõe nenhum risco para a saude das personas nem para o meio ambiente.

3) O EPS não danifica a camada de ozono ao não utilizar, nem nunca ter utilizado, nos seus processos de fabricação gases da familia dos CFCs, HCFCs, nem nenhum outro composto organoclorado.

4) O processo de transformação consume pouca energía e não gera residuos.

5) A utilização do EPS como isolamento térmico na construção supõe uma poupança importantíssima de energía na climatizção dos edificios e uma drástica diminuição de emissões contaminantes (CO2 y SO2), contribuindo desta forma a mitigar o "Efeito de estufa" e a "Chuva Ácida".

6) As embalagens de EPS, dadas as suas prestações, elém de proporcionar uma protecção integral aos productos enbalados poupam combustivel no transporte pois é um material muito leve.

7) As embalagens de EPS podem estar em contacto directo com os alimentos dado que cumprem todas as normativas sanitarias vigentes a nivel nacional e internacional. Alem disso o EPS não actua como suporte de cultivos de fungos e bacterias.

8) O EPS representa uma parte muito pequena (0,1%) dos Residuos Sólidos Urbanos que se produzem na Peninsula Ibérica. A incidencia do EPS no conjunto dos residuos que gera a nossa sociedade é mínima.

9) Os productos de EPS fecham um alto potencial calorífico ( 1 Kg . de EPS equivale a 1,3 litros de combustivel líquido), o que o converte num material idóneo para a recuperação energética.

10) Por ser insoluvel na agua, o EPS não emite substancias hidrosoluveis que possam contaminar as aguas subterráneas.

 

Polisur 2000 - Fabricantes de eps - Envases y embalajes - Neveras - Botelleros - Bobedillas perexpan - Eps - Poliestireno expandido

Síguenos en: